O TRT-PR esclarece que as notificações para comparecimento em audiência são enviadas mediante correspondência impressa e entregues pelo correio. Apenas no caso de tentativas de conciliação, as correspondências seguem por meio eletrônico, mas não exigem nenhuma outra ação do destinatário, como clicar em algum ponto do texto.

A conduta ilícita, que chegou ao conhecimento da Ouvidoria do regional paranaense, usa o nome “Tribunal Regional do Trabalho”. A prática criminosa foi denunciada pela Administração do TRT-PR à Superintendência da Polícia Federal no Paraná. Em sua página na internet, a Polícia Federal orienta que estas mensagens suspeitas devem encaminhadas para o endereço crime.internet@dpf.gov.br e, logo em seguida, apagadas.
SOBRE O PHISHING

“Phishing scan” é uma forma de fraude eletrônica, caracterizada pela tentativa de adquirir dados pessoais como senhas, dados financeiros etc. Para isso, um fraudador se faz passar por uma instituição confiável (como um dos Tribunais Regionais do Trabalho) enviando comunicação eletrônica. Pode ocorrer de várias maneiras, por meio de mensagens instantâneas, SMS, mas principalmente por e-mail.

Em geral, a vítima recebe um e-mail com informações que parecem oficiais, com links para clicar. Quando ela clica nesse link, programas maliciosos são instalados para roubar informações do usuário.

Assim, mensagens com remetente desconhecido ou mensagens com links para clicar (“Clique Aqui”), que apontam para endereços em nada parecidos com www.trt9.jus.br/, ou que também apresentam erros de português, representam sinais de alerta.

Fonte: TRT9